Blog Aconchego

Entenda a importância de adotar crianças maiores e adolescentes

De acordo com o ECA, estes sujeitos possuem o direito à proteção, à vida e à saúde, com nascimento e desenvolvimento sadio e harmonioso, em condições dignas de existência Por Gabriella Collodetti Com o objetivo de gerar proteção às crianças e aos adolescentes, foi promulgada, em 1990, a Lei 8.069 (ECA), considerada um marco legal …

Entenda a importância de adotar crianças maiores e adolescentes Leia mais »

Aconchego recebe Vara da Infância e da Juventude para o encontro virtual com pretendentes à adoção

A reunião será realizada neste sábado (13) para abordar os trâmites legais de um processo de adoção. Além disso, será discutida a realidade do Serviço Nacional de Adoção e Acolhimento junto com os participantes  Por Gabriella Collodetti Andréa de Paula, supervisora substituta da Vara da Infância e da Juventude (VIJ-DF), é a convidada da próxima …

Aconchego recebe Vara da Infância e da Juventude para o encontro virtual com pretendentes à adoção Leia mais »

O caso Vivi

*Por Maria da Penha Oliveira, psicóloga e coordenadora do Programa  de Apadrinhamento, Capacitação e Projeto Entrelaços, do Grupo Aconchego. Crianças são acolhidas em razão de sofrerem maus tratos, abusos e outras violações de direitos. Sabe-se que o acolhimento é medida provisória e excepcional, utilizável como forma de transição para o retorno à família de origem …

O caso Vivi Leia mais »

Parte da declaração do Imposto de Renda pode ser destinada aos Fundos Especiais de amparo social

A doação será somada à restituição do contribuinte, atualizado pela Taxa Selic, ou poderá ser abatida do que deveria ser pago em imposto Por Gabriella Collodetti Você sabia que Pessoas Físicas e Jurídicas podem doar parte do seu Imposto de Renda para o Fundo da Criança e do Adolescente (ECA), considerado um Fundo Especial de …

Parte da declaração do Imposto de Renda pode ser destinada aos Fundos Especiais de amparo social Leia mais »

UNICEF e parceiros lançam plataforma de ajuda em saúde mental

Por Sarah Farias “Pode Falar” é uma plataforma de acolhimento online, via chatbot, voltada para o público com 13 a 24 anos O “Pode Falar” foi criado em conjunto com diversas organizações da sociedade civil e empresas com expertise na área de saúde mental, com objetivo de dar suporte aos jovens que tiveram o bem-estar …

UNICEF e parceiros lançam plataforma de ajuda em saúde mental Leia mais »

Grupo Aconchego oferece suporte e orientações para famílias que estão no período pós-adoção

Por Gabriella Collodetti O encontro será realizado neste sábado (20), a partir das 9h, pela plataforma Zoom Neste sábado (20), o Aconchego realizará um encontro com o grupo de pais pós-adoção, via Zoom, com o objetivo de proporcionar apoio e suporte psicológico às famílias durante o processo de adaptação e superação de dificuldades associadas à …

Grupo Aconchego oferece suporte e orientações para famílias que estão no período pós-adoção Leia mais »

Grupo Aconchego comemora primeiro mês do projeto “Entrelaços”

Por Sarah Farias Iniciativa desenvolve ações que mobilizam a sociedade para a atenção às crianças maiores e adolescentes acolhidos em instituições, em especial aquelas que se encontram inseridas no Cadastro Nacional da Adoção, na espera de uma família Com início de suas atividades em janeiro deste ano, o projeto Entrelaços seguirá até o final de …

Grupo Aconchego comemora primeiro mês do projeto “Entrelaços” Leia mais »

Transmissão ao vivo: Grupo Aconchego fala sobre a lei de política de acolhimento familiar

Por Gabriella Collodetti A live foi transmitida pelos perfis no Instagram da OSC e da deputada Júlia Lucy, autora do texto da legislação Na última quarta-feira (10), Júlia Salvagni, vice-presidente do Grupo Aconchego, falou sobre a política de acolhimento familiar no Distrito Federal, conhecida como Lei 6.794/2021. A conversa foi transmitida ao vivo no Instagram …

Transmissão ao vivo: Grupo Aconchego fala sobre a lei de política de acolhimento familiar Leia mais »

À espera de um lar: pandemia reduziu total de adoções no Distrito Federal

Ao todo, 168 crianças aguardam para ser adotadas e 673 adultos esperam por um filho, mas conclusão dos processos pouco andou com a Covid-19 Por Celimar de Meneses O número de crianças acolhidas por pais não biológicos vem caindo ano após ano no Distrito Federal. Em 2020, 65 meninos e meninas brasilienses ganharam um novo …

À espera de um lar: pandemia reduziu total de adoções no Distrito Federal Leia mais »