UNICEF e parceiros lançam plataforma de ajuda em saúde mental

Por Sarah Farias

“Pode Falar” é uma plataforma de acolhimento online, via chatbot, voltada para o público com 13 a 24 anos

O “Pode Falar” foi criado em conjunto com diversas organizações da sociedade civil e empresas com expertise na área de saúde mental, com objetivo de dar suporte aos jovens que tiveram o bem-estar físico e mental abalado durante a quarentena. Ele funciona de forma anônima e pode ser acessado no site podefalar.org.br.

O projeto possui três pilares de atuação:

1° – Quero me cuidar: oferece materiais sobre saúde mental e bem-estar para adolescentes, que incluem manual do autocuidado, lives com especialistas e jovens, autoteste da ansiedade, entre outros;

2° – Quero me inspirar: dicas de jovem para jovem sobre como superar situações difíceis;

3) Quero falar: serviço de atendimento individual oferecido por organizações parceiras, com experiência na escuta empática, prevenção e posvenção do suicídio.

O projeto foi idealizado pelo UNICEF e implementado em parceria com ASEC (Associação pela Saúde Emocional das Crianças), Instituto Vita Alere, Instituto Syntese, Núcleo do Cuidado Humano da UFRPE (Universidade Federal Rural de Pernambuco), CVV (Centro de Valorização da Vida), Programa Vidas Preservadas, Ministério Público do Estado do Ceará, Associação para o Desenvolvimento dos Municípios do Estado do Ceará (APDMCE), além de contar com o apoio do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) e da SaferNet. O sistema foi desenvolvido pela Ilhasoft e a identidade visual é da Agência Nativa.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO – GRUPO ACONCHEGO
Proativa Comunicação
Contatos: Flávio Resende (61 99216-9188) / Gabriella Collodetti (61 99308-5704)
E-mail:proativa@proativacomunicacao.com.br
Facebook/Instagram/Twitter: @ProativaC

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *