Aconchego apresenta os temas para os encontros do mês de setembro

Por Gabriella Collodetti

Neste sábado (11), o Aconchego promoverá o Encontros Sobre Adoção e o Encontro com Habilitados. O primeiro, que será realizado às 17h, falará sobre a adoção monoparental ou homoafetiva, com depoimentos de pessoas que vivenciam, na prática, essa realidade.

As psicólogas Beatriz Brandão e Ana Carla Domingues receberão o casal Daniel e Wilton, que são casados e pais de dois meninos, irmãos biológicos e adotados quando tinham cinco e oito anos. Daniel é coautor do livro “Adoção Tardia: Relatos de famílias nascidas de uma escolha”.

“Nosso intuito é proporcionar o diálogo sobre filiação e parentalidade, reforçando a importância do cuidado e do amor para o desenvolvimento de uma criança ou adolescente, independentemente se esta família é formada por um casal hétero ou homoafetivo ou mesmo por uma pessoa sem cônjuge. O mais indicado é que essa família acolha seu filho ou filha e lhe dê a segurança necessária para crescer e se desenvolver”, comenta Maria da Penha Oliveira, coordenadora do Projeto Entrelaços, responsável por realizar os encontros mensais.

Na mesma data e horário, será realizado o Encontro com Habilitados. Na ocasião, as psicólogas Soraya Pereira e Maria da Penha falarão sobre a busca ativa para a adoção. O objetivo da reunião é realizar um diálogo com os pretendentes já habilitados e incluídos no Sistema Nacional de Adoção e Acolhimento (SNA) sobre a ferramenta disponibilizada por algumas comarcas para encontrar famílias para crianças com difíceis chances de adoção.

“Por estarem fora do perfil pretendido pela maioria dos adotantes, crianças maiores, adolescentes, crianças com problemas de saúde e grupos de irmãos sofrem dificuldades para encontrar uma família. Portanto, a busca ativa visa auxiliar na procura por adotantes prévia e regularmente habilitados para crianças e adolescentes denominados de ‘difícil colocação’”, explica Penha.

Para a psicóloga, é importante falar sobre o tema, visto que a adoção não é um processo simples. Segundo a profissional, a espera por um filho por adoção envolve questionamentos, sensações e sentimentos diferentes de uma gestação biológica. Ele é gerado por outra pessoa e o vínculo de filiação é construído basicamente na convivência, seja um bebê, uma criança ou adolescente.

“O início da convivência da criança com a família é um tempo cheio de cuidados, delicadezas e respeito ao tempo da criança. O convívio deve ser gradual. Pensar a adoção de uma criança oriunda de outra região exige ainda mais dos trabalhos de preparação. Cada ação para a transição deve ser pensada e preparada pela rede de apoio da criança e dos adotantes, afinal, um novo grupo familiar está se formando. Cada um tem sua biografia e suas vivências”, complementa.

Ambas ocasiões serão realizadas via Zoom. Para o Encontros Sobre Adoção, é preciso acessar o link https://us02web.zoom.us/j/85384453184. Já para o Encontro com Habilitados, o direcionamento para a conversa será pela URL https://us02web.zoom.us/j/87383493294, com senha de acesso 792024 e ID da reunião 873 8349 3294.

SERVIÇO:
O que: Encontros Sobre Adoção
Quando: Sábado, dia 11 de setembro de 2021, às 17h
Onde: Via Zoom (https://us02web.zoom.us/j/85384453184)

O que: Encontro com Habilitados,
Quando: Sábado, dia 11 de setembro de 2021, às 17h
Onde: Via Zoom (https://us02web.zoom.us/j/87383493294)
Senha de acesso: 792024
ID da reunião: 873 8349 3294

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO – GRUPO ACONCHEGO
Proativa Comunicação
Contatos: Flávio Resende (61 99216-9188) / Gabriella Collodetti (61 99308-5704)
Tel.: 61 3246-4436
E-mail:proativa@proativacomunicacao.com.br
Facebook/Instagram/Twitter: @ProativaC

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *